quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dia SEM Compras - 28 Nov / Lisboa

Sábado 28 de Novembro celebra-se o Dia Sem Compras



Durante este dia como um manifesto contra o consumismo desmedido e insustentável tão presente na maioria das sociedades, pessoas de todo o Mundo decidem não comprar nada! É incentivada a reflexão sobre o modo de consumo na actuais sociedades capitalistas. Promove-se uma postura de consumo responsável, alertando-se a sociedade para a escassez dos recursos naturais e para a necessidade de todos nós, enquanto consumidores, termos consciência da pegada ecológica originada pela produção e transporte dos produtos que temos à nossa disposição nas superfícies comerciais.

Em Lisboa o Dia Sem Compras é celebrado com uma Marcha a sair da Praça da Figueira às 14h até ao Largo Camões. Vamos passar pela Rua Augusta onde vai ser montado um teatro de rua, pela Rua do Carmo e Rua Almeida Garret até ao Largo do Camões onde representaremos de novo uma peça de Teatro do Oprimido. Na marcha praticipam também dois grupos de percussão: os Ritmos de Resistência (percusssão samba) e a Nação do Bairro (percussão maracatú).

Horário da acção:
Concentração / Início da Marcha – Praça da Figueira (Baixa) - 14h
Teatro de Rua – Rua Augusta (cruzamento com Rua da Vitória) – 15h30 até às 16h
Final da Marcha com Teatro de Rua – Largo do Camões (Chiado) – 16h30 até ao pôr-do-sol

Para mais informação consulta http://gaia.org.pt ou http://www.dia-sem-compras.pt.vu

Por favor divulga aos teus contactos! Contamos contigo!

Vem marchar e espalhar a mensagem pela defesa do planeta.

7 comentários:

voz a 0 db disse...

Suspeito que os super consumistas americanos não vão nesta... afinal hoje é BLACK FRIDAY...

"A temporada oficial de compras de final de ano nos Estados Unidos começa hoje, com a chamada Black Friday (sexta-feira negra), e a previsão é ter 134 milhões de americanos nas lojas em busca de promoções - 4 milhões a mais do que no ano passado. Apesar do aumento no número de consumidores nas lojas, as compras na sexta-feira negra (que tem este nome porque se refere ao dia em que os varejistas voltam ao azul - nos Estados Unidos, usa-se o negro em lugar do azul para significar lucro nos balanços), os resultados não devem ser tão positivos assim."

Enfim... continuo com a minha, isto assim não vai lá!

voz a 0 db disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Loichot disse...

Tens sugestões de como é que a coisa vai lá?

Eu continuo na minha que isto de criticar, criticar, "todos me devem e ninguem me paga", é que não leva mesmo a lado nenhum e que todas as alternativas/ ideias positivas vão semeando sementes de boa ventura!

Um abraço para ti!

voz a 0 db disse...

Daqui a uns anos, se calhar não muitos, a falta de recursos e o estado dos ecossistemas será tal... que não teremos o que consumir! Aí a coisa vai lá de certeza.
Este dia existe desde 1992... o que fez para alterar o consumismo?
Estamos pior agora que em 1992 não estamos?
O principal problema, e que pelas projecções oficiais ainda vai-se agravar mais no futuro próximo, é o número de indivíduos da nossa espécie.
E Eu neste aspecto não fico pela critica!!! Já decidi que não terei filhos... pelo menos gerados por mim!
Quanto ao "Dia Sem Compras" as pessoas não compram hoje para amanhã comprarem a dobrar!
Uma solução... aqui vai ela: Proibir a venda de tudo o que não for essencial à sobrevivência durante um ano. Se correr bem mais um ano... Até chegar-se ao dia em que a dependência do consumismo sem necessidade deixe de existir...
Desde mp3, telemóveis, computadores, secadores de cabelo, máquinas de barbear eléctricas, perfumes, televisores... enfim é escolher o artigo.
Afinal de contas já temos tantas proibições qual é o mal desta?
O mal desta solução: é que no fim da proibição voltaríamos lentamente ao mesmo, tipo aquele filme da Greenpeace sobre o carvão http://www.youtube.com/v/mEd7YHKhF4U&hl=en&fs=1&

Abraço...

Ana Loichot disse...

Sinceramente o teu discurso é francamente destrutivo, em todos os sentidos, mas sobretudo para ti mesmo.
Espero que encontres um caminho mais positivo para a tua vida.

voz a 0 db disse...

Dói não Dói!!!
O alheamento da realidade que nos rodeia é que nos trouxe até à miséria em que agora nos encontramos...
E vá lá... a olhar para tudo o que se passa neste Mundo o meu caminho até hoje é por demais positivo...

voz a 0 db disse...

A não perder...

http://video.google.com/videoplay?docid=-2174195060267517042#

Abraço...